Título: Retrato do Meu Coração
Autor(a): Patricia Cabot
Editora: Record
Número de páginas: 378
Classificação: 5/5
Há aproximadamente cinco anos atrás eu resolvi me aventurar lendo alguns livros da Meg Cabot como "O Diário da Princesa" e "Ela Foi Até o Fim", e mesmo tendo se passado muito tempo eu ainda continuo sendo uma grande fã das obras dela, apesar de não ler em grande quantidade em comparação ao que eu lia em anos anteriores. E agora aqui estou para fazer a resenha do segundo livro da série dos Rawlings — eu nunca li o primeiro que é a "Rosa do Inverno", e de acordo com algumas pessoas é importante ler o primeiro para conseguir compreender melhor a personalidade do casal teimoso, mas pessoalmente para mim isso não atrapalhou em nada, tanto é que eu só fui descobrir que o livro fazia parte de uma série somente quando terminei a leitura. São duas histórias completamente diferentes, mas para quem quiser saber como Jeremy tornou-se um duque as pessoas recomendam a leitura do primeiro livro.
"Retrato do Meu Coração - No passado, a desengonçada Maggie Herbert vivia às turras com os meninos, entre os quais o futuro duque de Rawlings, mas tudo se resumia a provocações e brigas. Agora adultos, eles se reencontram. Porém tudo parece conspirar contra a paixão recém-descoberta. Será que os jovens conseguirão vencer preconceitos - dos outros e os próprios - em nome do amor?"
 Maggie Herbert e Jeremy poderiam ser considerados como dois amigos de infância fazendo diversas coisas juntos, mas em um certo final de tarde quase que essa amizade acaba extrapolando alguns limites o que poderia ser uma verdadeira ruína para a jovem Maggie uma vez que a garota podia ser considerada como uma criançona, alguém ingênua, enquanto Jeremy um verdadeiro libertino que não encontrou muitos esforços ao tentar seduzir a jovem.

E esse dia acaba sendo um verdadeiro divisor de águas na vida de ambos, uma vez que Jeremy resolve se alistar no exército e vai para a região da Índia para provar para seu tio Edward que ele era muito mais do que um jovem irresponsável, mimado e bastante agressivo. Desde então se passam muitos anos em que os amigos de infância permaneceram distantes e sem entrar muito em contato, até um belo dia em que Jeremy volta para casa sem avisar o que acaba sendo uma verdadeira surpresa para todos, mas não uma surpresa maior do que a do Duque de Rawlings ao perceber que a alta, desengonçada Maggie havia mudado e muito desde a última vez em que se encontraram.. Agora ela estava uma verdadeira beldade, parece até ser outra pessoa completamente diferente, mas por dentro ainda tem o mesmo espírito moleca de sempre.
"Alguns homens sonham em construir pontes. Outros, vencer guerras. Outros, ainda, sonham em curar a fome e as doenças, enquanto outros desejam apenas a riqueza. Jeremy compreendia esses sonhos e estava preparado para tolerar os homens que os nutrissem. Mas para ele, só havia um objetivo que valia seu tempo e sua energia: um objetivo único que o impulsionara por cinco longos anos. E ele era, simplesmente, Maggie Herbert."
A mulher não apenas mudou fisicamente, Maggie também acabou mudando muitos traços em sua personalidade quando resolveu estudar arte na França. Ela se tornou muito mais forte e deixou de ser ingênua, além de ter precisado enfrentar a rejeição por parte de sua família que não achava adequado e não aceitavam o modo de vida um tanto quanto liberal que ela havia escolhido para si mesma quando decidiu seguir a carreira de artista. Desde pequena o seu comportamento não poderia ser considerado como ideal para uma jovem dama, e mesmo  com o passar dos anos aquilo pareceu não se alterar.

E como era de se esperar o reencontro ente os dois velhos amigos acabou sendo inundado por milhares de lembrança dos tempos em que passavam juntos implicando um com o outro, mas agora foi Maggie que acabou seduzindo Jemery. O feitiço virou contra o próprio feiticeiro! Apesar de que ela nota perfeitamente que o homem se tornou ainda mais atraente do que já era.
"Ai, meu Deus, mais um daqueles pensamentos carnais!
E desta vez com Jerry! Maggie estremeceu. O que estava pensando? Não podia ter esse tipo de pensamento com relação a Jerry! Jogara bolas de neve naquele corpo tantas vezes quanto esfregara aquele rosto no chão de terra. E agora ele passava exatamente embaixo dos galhos onde ela se escondia, tão próximo que seria fácil arrancar-lhe o chapéu da cabeça. Mais um segundo e seria tarde demais para surpreendê-lo."
Mas como era de se esperar a relação dos dois nunca foi muito fácil devido a tamanha teimosia de ambos, além das inúmeras implicâncias do passado o que não torna muito fácil que eles se entreguem um para o outro, para o sentimento de amor que eles guardam durante anos, e o fato de Maggie estar noiva não ajuda completamente em nada na situação.

E  como era esperado eu me encantei pelo livro "Retrato do Meu Coração", assim como as outras obras da Meg/Patricia Cabot. O enredo da história é envolvente e o fato da narrativa ser intercalada por Maggie e Jeremy é bastante interessante, pois dessa maneira permite que o leitor veja dois pontos de vista diferentes sobre a mesma situação, é uma técnica que eu gosto muito. A leitura é bem fácil e acaba fluindo bem rápido, e esse é um livro que eu recomendo para os fãs de romance, ainda mais os de época.


2 Comentários

  1. Nossa, fiquei cheia de vontade de ler, parece legal.


    itglosss.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro realmente é muito bom, assim como os restantes da Meg Cabot!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir