Harry  James Potter,
   Nem sei ao certo como começar essa carta, são tantas coisas que eu quero contar, emoções que estão a flor da pele que eu nem sei como iniciar isso daqui. The  Boy Who Lived. Master of Death. Undesirable No. 1. The Chosen One.  Muitos apelidos para definir apenas uma pessoa que, definitivamente, com o passar dos anos se tornou alguém muito mais conhecido do que você poderia imaginar quando morava em um armário debaixo da escada na Rua dos Alfeneiros nº 4. Se nessa época seu nome era conhecido em todo mundo bruxo quem dirá agora depois de todos os feitos que você realizou ao longo de sua vida, algo que você fazia desde um ano de idade quando sobreviveu ao ataque do tão temido Voldemort.
   Tão jovem e já enfrentando problemas e mais problemas, uma tendência que não mudou muito se levarmos em conta todas as confusões e aventuras que você se metia a cada ano em que estudava em Hogwarts. Acho até que você era uma espécie de ima que atraia confusões (mas isso é apenas uma teoria que eu guardo para mim mesma, e nessa carta eu não tenho o objetivo de explicar isso quem sabe eu não aborde esse tema em outra ocasião).
   E os feitos que você já realizou ao longo da vida não foram importantes apenas na esfera do mundo bruxo, não mesmo. Você fez parte e ainda vai continuar fazendo parte da juventude dos jovens, e querendo ou não vai acabar causando mudanças na vida das pessoas que te conhecem. Posso te garantir que essas pessoas vão se divertir, chorar, assumir uma postura mais séria, arrumar confusões e te acompanhar em todas as aventuras. E essa ligação estabelecida de longe pode ser quebrada, sendo assim acredito que muitas pessoas (estou incluída nesse grupo) vão fazer questão de divulgar a sua história para outras pessoas, para os filhos no futuro e vão permanecer leais junto de você até o fim, e nem mesmo a idade adulta o enorme passar dos anos vão conseguir apagar isso.
   Junto de você e dos seus amigos eu aprendi o que é lealdade; sobre amizades verdadeiras; que não devemos paralisar perante o medo; que as pessoas que nos amam nunca nos deixam de fato; também aprendi sobre perdoas as pessoas e que nunca devemos julgar a aparência de ninguém (as pessoas excêntricas podem ser bem legais); sempre lutar pelo o que acredita e por expressar os ideais que você defende e acredita...
   Você causou muitas mudanças em minha vida apesar de se tratar de um personagem literário, mas mesmo assim obrigada por tudo o que você já fez por mim e pelas mudanças que você pode causar nos futuros leitores.
   Bruna (uma grande fã que nunca vai te esquecer).


   J.K.Rowling,
   A senhora é destruidora, derrubadora de forninhos.
   Sei que esse não é o modo mais formal de se começar uma carta, ainda mais quando eu não tenho lá uma grande intimidade com você, mas vamos deixar a formalidade um pouco de lado já que essa frase inicial define bem alguns dos sentimentos que eu tenho em relação à senhora.
   Quem poderia imaginar que depois de tantas recusas, "Harry Potter" seria um enorme sucesso? Eu era apenas uma recém-nascida na época em que o primeiro livro foi lançado de tal modo que eu não tinha noção de nada, mas depois de um tempo e de pesquisar um pouco sobre a sua história eu posso afirmar que algumas pessoas pareciam não colocar muita fé na sua história, porém eles estavam obviamente enganados. Você foi a primeira pessoa que se tornou bilionária (em dólares) escrevendo livros, um verdadeiro exemplo que a repercussão e o sucesso de sua história foi enorme!
   Você conseguiu conquistar milhares de fãs e de alguma forma ajudou na vida de muitos deles, como no caso da Evanna Lynch que com seus conselhos conseguiu superar e se curar da anorexia; também tem o caso da adolescente Cassidy Stay, que foi a única sobrevivente de uma chacina que ocorreu em uma cidade dos EUA e que durante o funeral dos membros de sua família acabou citando um trecho dos seus livros: "A felicidade pode ser encontrada até nos tempos mais escuros. Basta que alguém se lembre de acender a luz."
   Você é muito mais do que alguém que escreve muito bem, ou que apenas alguém que escreveu seus livros pensando primeiramente em ganhar dinheiro. Você é alguém que tocou e mudou a vida de muitas pessoas, ensinou os jovens a sonharem e acreditarem na magia. E por isso eu tenho um grande orgulho de ser sua fã e se no futuro eu conseguir escrever tão bem como você vai ser uma enorme realização (tanto profissional quando pessoal).
   Obrigada por tudo.
   Bruna.


Desde que eu fiz uma assinatura no Netflix eu comecei a acompanhar mais séries do que eu via anteriormente chegando ao ponto de eu não conseguir tempo livre para colocar todas em dias, e mesmo sabendo que eu não deveria começar a assistir mais nenhuma série eu resolvi dar uma chance para a tão famosa e comentada Orange Is The New Black! E depois de quase um mês assistindo a série pela televisão, computador e até mesmo usando o meu celular (essa série simplesmente é viciante, você começa a assistir e depois não consegue parar) aqui estou eu para listar alguns motivos para assisti-la.

1)ORIGINALIDADE DO ROTEIRO
Até onde eu me lembro até então eu nunca tinha assistido uma série que abordasse a vida de mulheres em um presidio, tanto é que eu até fiz uma pesquisa rápida na internet para ver se eu não estava me esquecendo de nenhuma outra série que abordasse um assunto semelhante, mas todos os resultados que eu encontrei eram sobre filmes com presídios ou artigos que falavam sobre a própria e única Orange Is The New Black, e como a Netflix havia acertado em cheio em abordar uma série abordando esse assunto.
Sem contar que OITNB aparece na lista das "As melhores séries com temática LGBT", de acordo com esse site.   

2)PERSONAGENS BEM CONSTRUÍDOS 
Apesar de a série ser sobre a experiência da Piper Chapman (Taylor Schilling) cumprindo sua pena de 15 meses em Litchfield, a história não gira somente ao redor dela. Em cada episódio tem o flashback da vida de outras personagens, e nesses flashbacks mostram um pouco da infância delas, ou o quê elas faziam antes de acabar indo parar na prisão.
Pessoalmente eu adoro essa tática de usar flashback em séries, pois desse modo acaba servindo para o desenvolvimento de determinada personagem. Foi através desses flashbacks que eu acabei me simpatizando com algumas personagens que não me agradavam muito, além de fazer com que eu gostasse ainda mais de outras.
E a história de vida dessas mulheres é tão bem construídas que até fica difícil de escolher qual é sua detenta preferida! No meu caso eu fico dividida entre a Suzanne "Crazy Eyes" Warren (Uzo Aduba), Poussey Washington (Samira Wiley), Tasha "Taystee" Jefferson (Danielle Brooks), Sophia Burset (Laverne Cox), Nicole "Nicky" Nichols (Natasha Lyonne)... E no caso de algumas dessas personagens, ver o flashback da vida delas foi um fator essencial que faz com que eu começasse agostar delas. 

3)ABERTURA CRIATIVA
Pesquisando algumas curiosidades sobre a série eu descobri que todos aqueles olhos e bocas que compõem a sequência são de mulheres reais, não de atrizes. O objetivo dessa abertura é transmitir a ideia de que a série não foca apenas na vida de Piper, e sim em todas as detentas. E de bônus ainda tem a música "You've Got Time", da Regina Spektor.

4)HUMOR ÁCIDO E O DIÁLOGO ESPERTO
Apesar de a série ser classificada como um drama, é notável que ao longo dos diálogos OITNB usa e abusa de um humor ácido para abordar algumas questões do cotidiano. E, na minha opinião, as personagens que mais utilizam desse humor são: Nicky, Alex e a Red. Esse é um tipo de humor que pode ser considerado como inteligente e, ainda sim, é capaz de divertir os telespectadores.
E alguns dos diálogos entre as detentas são bem inteligentes, às vezes tendendo para uma questão um pouco filosófica.
"Big Boo: Já leu o livro "Freakonomics"?
Pennsatucky: Não. É sobre mulheres barbadas e anões?
 Big Boo: Quase. É sobre teoria econômica. Causa e efeito.
Pennsatucky: Parece chato.
Big Boo: Na verdade, é uma boa leitura. Tem um capítulo chamado “Aonde foram parar os criminosos”. Na década de 1990, o crime caiu dramaticamente e o livro atribui isso à aprovação do aborto.
Pennsatucky: A escuridão de 1973.
Big Boo: É bem ao contrário, na verdade. Os abortos ocorridos após a legalização eram crianças indesejadas. Crianças que, se suas mães fossem forçadas a ter, terminariam pobres, negligenciadas e maltratadas, os três ingredientes mais importantes ao se produzir um criminoso. Só que eles não nasceram. Então, 20 anos depois, quando estariam no auge do crime, eles não existiam. E a taxa de crime caiu drasticamente.
Pennsatucky: O que você quer dizer?
Big Boo: Quero dizer que você era uma 'bostinha' entupida de metanfetamina, e se seus filhos tivessem nascidos, também seriam 'bostinhas' entupidas de metanfetamina. Ao interromper estas gestações, você poupou a sociedade do flagelo de sua prole.
Pennsatucky: Nunca havia pensado desta forma.
Big Boo: Talvez você deva. Talvez você deva parar de punir a si mesma." 
5)DIVERSIDADE 
É um verdadeiro fato que OITNB apresenta uma enorme diversidade tanto de cor, aparência física, orientação sexual, ou classe social. E se pararmos para analisar é um retrato mais fiel da realidade do que outras séries que tem um elenco que, querendo ou não, acaba estabelecendo um determinado padrão a ser seguido. Em Orange Is The New Black vemos mulheres gordas, magras, altas, baixas, negras, latinas, brancas, idosas... Resumindo: mulheres de todos os tipos. Essa série representa a realidade da população carcerária americana feminina.

6)É FEITA POR MULHERES
Orange Is The New Black se baseia no livro de mesmo nome da americana Piper Kerman, sem contar que a responsável de adaptar os livros para a televisão foi a roteirista Jenji Kohan. E o elenco principal conta com 14 mulheres, além de grande parte da produção e edição do projeto também é feito por mulheres.

7)MINHA POUSSEY É O PODER
Para quem não ficou sabendo a Netflix brasileira encontrou uma maneira bem criativa de promover a terceira temporada da série Orange is the New Black. A empresa produziu um clipe musical com Valesca Popuzuda que canta a música “Minha Poussey é o poder”, com uma letra pra lá de sugestiva e cheia de referências à série original da Netflix, e que de certa forma listam alguns motivos para assistir OITNB .
"Tem bagulho, freira e yoga
Orange tem que ver
Pegação e muita briga
É babado de ferver
[...]
Galinha inventada, muito drama sapatão
Chave de fenda que apaixona
E garante a diversão
Piper não dá sorte, ninguém ouve o que ela diz
Só quando é X9, pra com a Alex ser feliz!"
8)DIVERSÃO GARANTIDA
Independente do motivo que você decidir para começar a assistir a série uma coisa já é garantida: diversão! Motivos para se divertir é o que não falta em OITNB, e de tão bom que é o entretenimento que ela produz é tão grande que fica difícil de parar ver depois que começa. Em mais ou menos um mês eu terminei de assistir as três temporadas que estão disponíveis no Netflix e mal vejo a hora de lançarem a quarta temporada!


Se você acompanha essa série não deixe de comentar aqui o que você achou dessa listinha feita por mim, ou quais foram os motivos que levaram você a começar a ver Orange Is The New Black. E se você ainda não acompanha aqui fica a dica de uma excelente série para se assistir!


Mesmo não tendo nenhum plano de viajar durante as minhas férias no mês de Julho eu resolvi trazer um pouco desse tema aqui para o blog, sendo assim até o final desse mês eu pretendo publicar vários post com lugares que um dia eu sonho em conhecer. E para começar com isso eu revolvi dar uma pesquisa em alguns lugares interessante aqui da América do Sul, e são tantos que eu achei fica impossível falar de todos, então também vou deixar uma listinha no final desse post com os outros locais que eu também gostei.
1)Machu Picchu – Peru

Machu Picchu, também chamada "cidade perdida dos Incas", é uma cidade pré-colombiana bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru. A cidade recebe turistas do mundo todo. A infraestrutura completa para o turista está nas cidades vizinhas de Águas Calientes e Cusco.
O local, declarado pela Unesco como Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade, está a 112 quilômetros de Cusco e 2.350 metros acima do nível do mar, ou seja, a pessoa precisa caminhar muito até chegar no tão esperado destino.








2)Cartagena – Colômbia
Cartagena das Índias, ou simplesmente Cartagena, é uma cidade da Colômbia. É a quinta maior cidade do país. As maiores atividades econômicas da cidade são as indústrias marítima e petroquímica, bem como a turística. No ano de 2007, sua arquitetura militar foi reconhecida como a quarta maravilha da Colômbia.
Seus apelos não se limitam ao clima descontraído típico de uma cidade caribenha, mas pela possibilidade de unir, em uma mesma viagem, atrativos que contam o passado colonial da região e um litoral cujos tons cromáticos dispensam apresentações.







3)Bariloche – Argentina
Bariloche é uma cidade da Argentina, localizada na Província de Río Negro, junto à Cordilheira dos Andes, na fronteira com o Chile. Está rodeada por lagos  e montanhas, como o Cerro Tronador, o Cerro Catedral e o Cerro López.  A principal atividade econômica da cidade é o turismo. Além das montanhas onde se podem praticar esqui e "snowboard", destacam-se o Parque Nacional Nahuel Huapi, a travessia dos lagos andinos até o Chile, a Isla Victoria, a região de El Bolsón, a Colonia Suiza  os percursos turísticos chamados Circuito Chico e Circuito Grande, com paradas em vários pontos de onde se têm vistas panorâmicas dos bosques e montanhas ao redor da cidade. E seu comércio voltado para o turismo é principalmente de artigos de lã, couro e chocolates.



4)Lençóis Maranhenses – Brasil
O parque nacional dos Lençóis Maranhenses  é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza localizada na região nordeste do estado do Maranhão. O território do parque, com uma área de 156 584 ha, está distribuído pelos municípios de Barreirinhas, Primeira Cruz e Santo Amaro do Maranhão. O parque foi criado com a finalidade precípua de "proteger a flora, a fauna e as belezas naturais, existentes no local".
Sua grande beleza cênica, aliada aos passeios pelos campos de dunas e à possibilidade de banhar-se nas lagoas, atraem turistas de todo o mundo, que visitam o parque durante o ano inteiro.






5)Ilha Galápagos – Equador
As Galápagos formam um grupo de 13 ilhas, das quais apenas quatro são habitadas, situadas no Oceano Pacífico a aproximadamente mil quilômetros a oeste da costa do Equador, país a que pertencem e ponto continental mais próximo.
Além da observação dos animais as ilhas oferecem grutas, vulcões e belas praias e opções de mergulho como atrativos.  A principal porta de entrada para as ilhas é pela ilha de Santa Cruz, servida pelo aeroporto de Baltra. O local com as melhores acomodações turísticas é Puerto Ayora, de onde saem a maioria dos passeios.








Outros Destinos:
  • Torres Del Paine – Chile
  • Deserto do Atacama – Chile
  • Chapada Diamantina – Brasil
  • Pucón – Chile
  • Marble Caves – Chile
  • Baños – Equador
  • Floresta Amazônica – fronteira com o Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador e Bolívia
  • Fernando de Noronha – Brasil
  • Ilha de Capurganá – Colômbia
  • Santuario de Las Lajas – Colômbia
  • Buenos Aires – Argentina
Pesquisando sobre todos esses lugares fica até difícil sair listando qual é o meu favorito, qual é o mais bonito ou interessante. Todos eles possuem uma beleza exótica e única, sendo assim fica até difícil de fazer uma comparação. E se assim como eu você também tem vontade de conhecer um desses lagares, ou se tem outras sugestões para eu acrescentar a minha lista não deixe de comentar aqui no blog! E o mesmo vale para as pessoas que já foram para alguns desses destinos conte aqui nos comentários como foi a sua experiência, o que você mais gostou e suas dicas para quem nunca foi lá!




Título: Tudo é Possível
Autor(a): Allan Percy
Editora: Sextante
Número de páginas: 144
Classificação: 4/5

Há vários meses atrás eu vi uma postagem, no blog da minha amiga Laura, sobre os livros do Allan Percy e como achei bastante interessante a opinião dela a respeito dos livros dele durante vários meses fiquei com vontade de ler alguma obra do autor, e em janeiro desse ano eu finalmente consegui comprar um tão desejado livro do Allan e que chegou à minha vida no momento exato.

Depois de horas e semanas estudando para uma importante prova de matemática eu não me sai tão bem como estava imaginando, e obviamente não conseguir deixar de me sentir arrasada com o resultado que eu obtive depois de tanto esforço e estudo, e foi nesse período conturbado da minha vida que "Tudo é Possível"  caiu em minhas mãos.
"Tudo é possível - A história está repleta de casos de pessoas que emergiram das profundezas do desespero ou que conseguiram realizar façanhas além do imaginável. Tudo é possível nos permite conhecer algumas dessas proezas para que elas nos orientem e nos sirvam de inspiração .O livro reúne exemplos de superação de personalidades como Coco Chanel, Bruce Lee, Walt Disney, Bill Gates, Dan Brown, Steve Jobs e Paulo Coelho. Além disso, apresenta lições atemporais de grandes nomes como Confúcio e Buda, contos da sabedoria universal e textos sobre a origem de ícones comerciais do nosso tempo, como Coca-Cola, Amazon e YouTube. A partir desses relatos, Allan Percy nos convida a refletir sobre as inúmeras possibilidades que a vida nos oferece diariamente. Por meio de cada pequena ou grande ação, somos nós que escolhemos o caminho a seguir. Se ele nos levará à felicidade e ao sucesso, ou se permaneceremos na mesmice, vai depender apenas do que fizermos hoje. As oportunidades batem à nossa porta a todo momento, mas nem sempre estamos conscientes delas. Algumas pessoas observam o céu noturno e só enxergam escuridão, ao passo que outras veem estrelas e se deixam guiar por elas até novos destinos. Este livro inspirador se destina àqueles que sabem que nada está decidido e que o melhor está por vir."
Admito que nunca fui uma grande fã de livros de auto-ajuda, eles nunca foram o meu forte, na verdade, para ser sincera eu sempre tive um pouco de preguiça desse gênero. Contudo, resolvi deixar de lado essa minha preguiça para embarcar em algo que iria me tirar da minha zona de conforto, para ler algo que iria me prestar um tipo de ajuda que eu estava precisando naquela época.


O livro "Tudo é Possível" é composto por capítulos curtíssimos em que o autor apresenta uma Lei de Possibilidade para tirar sua vida da mesmice, que vem acompanhada de uma história de superação de pessoas famosas como Dan Brown, Alfred Nobel, Bruce Lee, Walt Disney, e outras pessoas que conseguiram superar e dar a volta por cima mediante os problemas que enfrentaram em determinada fase da vida.

Definitivamente o livro acabou superando as minhas expectativas, além de ter me ajudado e tanto a me recompor depois do momento academicamente complicado que eu precisei enfrentar. As 75 Leis das Possibilidades foram muito úteis e eu espero usar algumas delas na minha vida profissional no futuro, além de aplicar elas aqui no blog. E por ter sido uma leitura e que me ajudou e tanto eu recomendo a leitura de "Tudo é Possível" para todas as pessoas, principalmente se estas estiverem passando por um momento conturbado em suas vidas. Sem contar que o fato de ser um livro pequeno e de leitura fácil são dois bônus que facilitam na hora de ler o livro.


Depois de passar um mês longe do blog comecei a pensar em novos assuntos para escrever aqui, além de descontrair um pouco e escrever algumas coisas que fujam um pouco do assunto livros e filmes que eu abordo aqui na Escritora Whovian na maioria das vezes. Estou decidida a trazer mais variedades aqui para o blog, e um dia desses enquanto navegava pela internet eu vi um post que achei bastante interessante. Nesse post mostrava ilustrações mostrando a versão canina dos personagens da Marvel feitas pelo artista norte americano Josh Lynch, que fez um excelente trabalho combinando a características dos heróis e vilões com as raças dos cachorros.

Como eu sou uma grande fã da Marvel e amo animais o post que eu vi acabou juntando o útil ao agradável, e de tanto que eu gostei e achei criativas as ideias resolvi trazer isso aqui para o blog! E aqui está o site de onde eu tirei a ideia para fazer o post!
HOMEM-ARANHA



CICLOPE













WOLVERINE













HULK













THOR













SURFISTA PRATEADO













SENHOR FANTÁSTICO













MOTOQUEIRO FANTASMA













GALACTUS













THANOS













JUSTICEIRO













DR. ESTRANHO













DR. OCTOPUS













M.O.D.O.K.













HOMEM DE FERRO












CAPITÃO AMÉRICA 
Com a participação especial do Caveira Vermelha desenhado em forma de gato.














Sem um pingo de dúvida o artista Josh Lynch foi bem criativo na hora de fazer os desenhos, e os meus favoritos foram o do Hulk, o Thor, Surfista Prateado e do Homem de Ferro, na minha opinião esse desenho representou perfeitamente a essência do Tony Stark: gênio, bilionário, playboy, filantropo. E se você também é fã da Marvel não deixe de comentar aqui no blog qual desses desenhos você mais gostou!



Boa parte das pessoas já entraram de férias ou estão entrando, e como não é todo mundo que tem a oportunidade de viajar eu pensei em fazer uma listinha com algumas ideias de coisas para se fazer caso você não vá viajar no mês de julho, como é o meu caso.

1) Estudar um pouco, ou pelo menos tentar (estou no terceiro ano e prestes a fazer o ENEM e outros vestibulares, sendo assim o pouco que eu estudar já vai me ajudar);
2) Ler pelo menos cinco livros nesse mês de julho;
3) Colocar as minhas séries em dia;
4) Começar a assistir novas séries;
5) Ficar mais ativa aqui no blog;
6) Sair juntos dos meus amigos e de preferência, conseguir ir ao cinema com eles;
7) Visitar alguns Museus e outros pontos turísticos da minha cidade (No caso de Belo Horizonte eu recomendo o Memorial Minas Gerais Vale, MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal, Jardim Zoológico, Lagoa dos Ingleses... O que não falta é opção do que fazer, basta apenas saber pesquisar e se informar);
8) Fazer um piquenique no Parque Mangabeiras;
9) Subir a Serra do Curral;
10) Tentar visitar no final de semana algumas cidades do interior que ficam próximas de Belo Horizonte, como Ouro Preto e Mariana;
11) Tentar ir a Inhotim (sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina).

Para quem não vai viajar para nenhum lugar algumas das coisas que eu coloquei nessa listinha são bem interessantes, pois é uma maneira de aproveitar as férias e no final não ficar com a sensação de que não fez nada de útil durante três semanas.


Depois de passar por um período de inatividade aqui no blog devido a semana de provas no meu colégio (terceiro ano não é fácil pra ninguém), a organização de uma festa e uma gripe arrebatadora finalmente eu estou de volta ao Escritora Whovian!

Pra muitas pessoas o dia 15 de julho é mais um dia comum do seu dia a dia, ou quem sabe o aniversário de algum conhecido, mas para os potterheads essa data tem um significado muito especial. Há quatro anos atrás essa data foi marcada com o lançamento de Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 2, aqui no Brasil. E como eu sou uma potterhead eu não poderia deixar esse dia passar em branco aqui no blog, sendo assim vou contra um pouco sobre como eu conheci a série, os meus personagens favoritos, alguns que eu não gosto tanto, além de mostrar um pouco da minha coleção de objetos que eu tenho e abordar algumas curiosidades dos livros/filmes.


Como eu conheci a série:  Eu era uma criancinha quando ganhei o VHS em inglês legendado de Harry Potter e a Pedra Filosofal, e esse foi o começo de tudo. Depois dessa fita eu ganhei outras a medidas que os filmes iam lançando, mas o meu primeiro contanto com os livros se deu quando eu tinha uns 10/11 anos no dia Das Crianças, em que eu ganhei Harry Potter e as Relíquias da Morte e devorei o livro em 9:30 horas. Depois disso eu me tornei uma grande viciada na série e fiz questão de adquirir os outros livros, incluindo algumas versões em inglês.
Personagens favoritos: Luna Lovegood, Tonks, Remus Lupin, Sirius Black, James Potter, Lily Evans, Dorcas Meadowes, Marlene McKinnon, Harry Potter, Hermione Granger, Rony Weasley, Gina Weasley (a dos livros), Fred e George Weasley, Hagrid, Dobby, Minerva McGonagall, Reginald Cattermole, Antonin Dolohov, Greta Catchlove, Neville Longbottom (são muitos personagens que eu gosto, então fica difícil citar todos).
Personagens que eu não gosto: Dolores Umbridge (ódio eterno por essa mulher), Peter Pettigrew e Voldemort.
Livro favorito: Escolher somente um entre os sete é muito complicado para mim, então fico entre Harry Potter e o Prisoneiro de Azkaban e Harry Potter e a Ordem da Fênix.
Curiosidades:

  1.  As quatro casas de Hogwarts correspondem aos quatro elementos. Grifinória é o fogo, Corvinal é o ar, Lufa-Lufa é a terra e Sonserina é água.
  2. O livro de Harry Potter foi o único livro á ser traduzido em 67 idiomas diferentes.
  3. Você sabe por que o tema da série Harry Potter é a morte, é porque a mãe da autora faleceu de esclerose múltipla e que realmente influenciou na sua escrita.
  4. J.K Rowling afirma que Dumbledore é gay. Ele já se apaixonou por Grindelwald.
  5. Originalmente, o nome dos Comensais da Morte era Cavaleiros de Walpurgis.
  6. J.K Rowling e Harry Potter tem a mesma data de aniversário: 31 de Julho.
  7. Originalmente, Rowling iria matar Arthur Weasley no quinto livro, mas decidiu matar Sirius Black no lugar dele.
  8. Quando J.K. Rowling escreveu a morte de Sirius Black no 5º livro da saga, chorou por várias horas seguidas na cozinha de sua casa, ela estava tão abalada que seu marido precisou dopa-la para ela conseguir dormir.
  9. Enquanto Daniel tomava banho que ele recebeu a notícia de que havia passado no teste para interpretar Harry Potter.
  10. Depois que o ator Richard Harris faleceu, o papel de Dumbledore, que fora dele nos dois primeiros filmes da franquia, foi oferecido a Ian McKellen. Mas o astro modestamente recusou, dizendo: "Eu tinha bastante dificuldade de fazer juz a uma lenda como Gandalf [em O Senhor dos Anéis e posteriormente O Hobbit]. Duas seria esperar demais de mim".
  11. A cada 30 segundos alguém começa a ler a série de livros Harry Potter.
  12. Dementadores são a representação física do problema com depressão que Rowling enfrentou em sua vida pessoal.
  13. Rowling disse que se Voldemort visse um bicho-papão, ele veria o seu cadáver, já que a morte é o que ele mais temia.
  14. Se você ler ao contrário a frase escrita no Espelho de Ojesed, se lê “I show not your face but your heart’s desire” (“Eu não mostro o seu rosto e sim o que se coração mais deseja”, em português). Aliás, você também sabia que Ojesed ao contrário se lê “desejo”.
  15. A autora afirmou que a personagem Dolores Umbridge, que atormentava o mago adolescente como professora na escola de magia de Hogwarts, se baseia, na realidade, numa pessoa que ela conhecia e que detestava intensamente.  Sobre a personagem, Rowling confessou ser uma das protagonistas da saga de Harry Potter por quem sentia “a mais pura antipatia”. Segundo a autora, o “desejo de controlar, de castigar e de infligir dor, tudo em nome da lei e da ordem” desta bruxa são “tão censuráveis” como Voldemort, um dos personagens mais malignos.  

Minha coleção:





E se você também é um grande fã de Harry Potter não deixe de comentar aqui no post sobre os personagens que vocês gosta, os que você não gosto, o seu livro favorito, o que queria ter visto nos filmes ou o que a série mudou na sua vida.