Sei que o mês de Setembro já chegou ao fim, mas mesmo assim acho importante falar sobre o Setembro Amarelo, uma campanha iniciada no Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). O objetivo é conscientizar sobre a prevenção do suicídio, alertando a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção. Esse movimento acontece durante todo o mês, mas existe uma atenção especial para o dia 10/09, que é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

Esse é um assunto bastante sério, de modo que não podia ficar sem falar dele aqui no blog, mesmo que esteja bem no fim do mês. Ainda existem muitas pessoas que consideram como um grande drama a questão da depressão, acham que não é uma doença "de verdade", quando se trata de um sério problema.

Sendo assim, resolvi listar alguns livros que abordam esse tema (personagens e uma pessoa que sofrem com depressão/outros transtornos, e que chegaram a pensar na possibilidade de acabarem com suas vidas). Espero que gostem das escolhas, e vamos continuar dando cada vez mais importância e visibilidade para a campanha do Setembro Amarelo.

1) COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ - JOJO MOYES
"Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. 
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado."

2)  AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL - STEPHEN CHBOSKY 
"Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, As vantagens de ser invisível – que foi adaptado para os cinemas com Emma Watson, a Hermione de Harry Potter, e Logan Lerman, de Percy Jackson, no elenco – acaba de ganhar nova reimpressão pela Rocco. Livro de estreia do roteirista Stephen Chbosky, o romance, que vendeu mais de 700 mil exemplares nos EUA desde o lançamento, está de volta ao topo do ranking do The New York Times impulsionado pela adaptação para a telona.
Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo."

3) PERDÃO, LEONARD PEACOCK - MATTHEW QUICK
"Perdão, Leonard Peacock - Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto."

4) QUEM É VOCÊ, ALASCA? - JOHN GREEN
"Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras — e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o 'Grande Talvez'. Muita coisa o guarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao 'Grande Talvez'".

5) ALUCINADAMENTE FELIZ: UM LIVRO ENGRAÇADO SOBRE COISAS HORRÍVEIS - JENNY LAWSON
"Jenny Lawson está longe de ser uma pessoa comum. Ela mesma se considera colecionadora de transtornos mentais, já que é uma depressiva altamente funcional com transtorno de ansiedade grave, depressão clínica moderada, distúrbio de automutilação brando, transtorno de personalidade esquiva e um ocasional transtorno de despersonalização, além de tricotilomania (que é a compulsão de arrancar os cabelos). Por essa perspectiva, sua vida pode parecer um fardo insustentável. Mas não é.
Após receber a notícia da morte prematura de mais um amigo, Jenny decide não se deixar levar pela depressão e revidar com intensidade, lutando para ser alucinadamente feliz. Mesmo ciente de que às vezes pode acabar uma semana inteira sem energia para levantar da cama, ela resolve que criará para si o maior número possível de experiências hilárias e ridículas a fim de encontrar o caminho de volta à sanidade.
É por meio das situações mais inusitadas que a autora consegue encarar seus transtornos de forma direta e franca, levando o leitor a refletir sobre como a sociedade lida com os distúrbios mentais e aqueles que sofrem deles, sem nunca perder o senso de humor. Jenny parte do princípio de que ninguém deveria ter vergonha de assumir uma crise de ansiedade, ninguém deveria menosprezar o sofrimento alheio por ele ser psicológico, e não físico. Ao contrário, é justamente por abraçar esse lado mais sombrio da vida que se torna possível experimentar, com igual intensidade, não só a dor, mas a alegria."


24 Comentários

  1. Realmente devemos dar mais atenção para esse assunto né e quanto ao livros, adorei todas as suas indicações, mas em especial quero muito ler o como eu era antes de você. Deve ser um livro fantástico. Beijos Elizangela Araujo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muita gente que não conhece, nunca ouviu falar, e acho que os livros são uma boa forma para poder falar sobre o assunto. Eu me emocionei bastante lendo "Como Eu Era Antes de Você", recomendo a leitura.
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  2. Desses livros eu só li Quem é você, Alasca? e adorei, o próximo que quero ler é Como eu era antes de vocês. Ótima seleção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um dos meus livros favoritos do John Green <3 "Como Eu Era Antes de Você" também é ótimo! Spoiler: você vai chorar muito!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  3. Esse assunto deveria ser abordados mas vezes. Amei o post, parabéns👏👏😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho que deveria ser tratado mais vezes, só que ainda existe um tabu por parte de certas pessoas em falar sobre isso.
      Fico feliz que tenha gostado do livro!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  4. òtimas dica para leitura ,gostei muito
    da sinopsia dos livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  5. Oi linda, eu ja tinha ouvido falar do primeiro livro, os otros eram desconhecidos pra mim, mas com a sua explicaçao ja estou louca pra ler eles, ultimamente nao ta dando o tempo pra isso, mas assim que ler te conto o que eu achei, um beijao, e parabens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Como Eu Era Antes de Você" acabou se tornando bastante conhecido, principalmente por conta do filme que lançou há alguns meses. Olha, recomendo a leitura de todos eles e quando você conseguir um tempinho tenta ler um deles.
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  6. Adorei as indicações.. Essa campanha do setembro amarelo vai ajudar bastante as pessoas que pensam em suicidio..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  7. Quem é você Alasca é com certeza uma das melhores leituras que já fiz <3 E agora já fiquei doida pra ler o Alucinadamente Feliz, já ta mais que na minha listinha!! Amei suas indicações e sua preocupação com a campanha do mês, parabéns pelo blog <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Quem é você, Alasca?" é um dos meus favoritos do John Green, e eu estou quase acabando a leitura de "Alucinadamente Feliz" e estou amando, super recomendo esse livro!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  8. Dos livros citados tenho ''Quem é você, Alasca?'' - que, por sinal, é meu predileto ♥ E ''Como eu era antes de você''. As vantagens de ser invisível passa uma mensagem subliminar durante o filme, que a gente só entende lendo - o que me fez chorar e refletir muito depois de nota-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tentei selecionar cuidadosamente cada um desses livros e pelo visto acho que consegui cumprir com o meu objetivo hahaha.
      Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  9. Amei seu post!
    Já li alguns desses livros e já vi os filmes, são todos maravilhosos e ótimas leituras!

    Beijos Flor!

    http://garotaaoquadrado.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  10. Esse assunto é realmente muito sério e deve ser trato com atenção. Belo post! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  11. É muito importante falar sobre a depressão e salientar que não é brincadeira, é um transtorno que pode levar a morte, da lista só conheço "como eu era antes de você".Muito bom
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho esse assunto de extrema importância, mas infelizmente não são todas as pessoas que pensam dessa maneira. Algumas tratam esse assunto como se fosse um tabu, outras acham que depressão não é uma "doença real" e que tudo isso não passa de drama. Por isso penso que mais e mais pessoas deveriam se conscientizar sobre a campanha do Setembro Amarelo.
      Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir
  12. Quanta indicação boa!
    Estou doida para ler o livro as vantagens de ser invisível. Amei a sinopse dele.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que você tenha gostado!
      Bjs e volte sempre aqui no blog!

      Excluir