Como todos já devem estar sabendo o filme Insurgente (continuação de Divergente, inspirado nos livros da Veronica Roth) teve a sua estreia na quinta feira, dia 19, e como ontem eu tive a oportunidade de assistir ao filme hoje vou contar um pouco da minha opinião geral. Dos pontos positivos e de outros que não me agradaram muito.


"Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) agora são fugitivos e procurados por Jeanine Matthews (Kate Winslet), líder da Erudição. Em busca de respostas e assombrados por prévias escolhas, o casal enfrentará inimagináveis desafios enquanto tentam descobrir a verdade sobre o mundo em que vivem."
O filme começa com um holograma de Jeanine Matthews sendo mostrados em todos os pontos da cidade a fim de tentar convencer o quão os Divergentes são perigosos para a sociedade onde eles vivem, e isso serve de justificativa para seu ataque a Abnegação. E não muito longe dali, perto da fronteira onde se situa a "sede" da amizade Tris, Quatro, Peter, Caleb e Marcus estão se refugiando após o ataque que ocorreu. Nessa parte é perceptível a evolução que a Tris teve em relação do primeiro ao segundo filme. Constantemente ela se culpa pela morte de seus pais e a de Will, ocasionando pesadelos terríveis, além de ela se sentir péssima por se considerar como uma pessoa mortal uma vez que acredita que todas as pessoas que se envolvem com ela acabam mortas ou machucadas. E toda essa culpa que ela carrega dentro dela faz com que ela fique com raiva com muita frequência, e por esse motivo quase que eles acabam sendo expulsos de lá. Ao invés dela promover a amizade e sentimentos bons na sede da Amizade, o que ocorre são constantes ataques de raiva e brigas violentas.  

E é nesse contexto que vimos Johanna  (a líder da Amizade) se solidarizando com a Tris, dizendo que por mais que a tristeza que ela esteja sentindo seja enorme matar Jeanine Matthews não vai trazer seus pais de volta, e que ela deve conseguir a perdoar a si mesma.

Porém todo o clima de paz que reina na Amizade acaba quando Eric, acompanhado de membros da Audácia chegam a fim de realizar um teste nas pessoas com o proposito de achar divergentes tudo isso para um plano que vem sendo planejado e executado por Jeanine. E devido um traidor a presença de Tris e Quatro é revelada e eles são obrigados a fugir às pressas, acompanhados de Caleb que se esforça para conseguir acompanhar o ritmo dos dois. E é devido a essa fuga que eles acabam chegando à sede dos sem-facções que tem como líder deles Evelyn Eaton, a mãe de Quatro, que tem um plano bastante tentador (pelo menos para a Tris) de como derrotar a Matthews.  

Faz bastante tempo desde que ei li "Insurgente", então me lembro 100% das coisas que acontecem no livro, mas de um modo geral eu achei que o filme foi fiel à obra. E do mesmo modo que a personagem Tris acabou sofrendo uma grande evolução, o mesmo pode se dizer da atuação da Shailene Woodley que melhorou muito em comparação do primeiro para o segundo filme, e por mais que eu não seja a maior fã da atriz eu sou obrigada a dar parabéns pela atuação dela. Os atores Kate Winslet e Jai Courtney continuaram impecáveis em seus respectivos papeis (Jeanine e Eric), e por mais que o telespectador sitda raiva dos personagens que eles interpretam é impossível não elogiar a atuação de ambos. E finalmente o Ansel Elgort conseguiu quebrar a imagem que eu tinha dele como Augustus Water de "A Culpa é das Estrelas", uma vez que o personagem dele tomou escolhas chocantes, algo que o Gus não teria feito. Também adorei ver a cena em que o Quatro fala do seu amor pela Tris, além do momento em que ele prova para certa pessoa que ele não é fraco; que ele pode muito bem arranjar um modo de viver tendo sangue em suas mãos  e por esses motivos o Theo James é outro que merece parabéns pela atuação.

Pessoalmente acho que eles não aproveitaram muito bem a Octavia Spencer na pele da Johanna, poderiam ter feito algo mais grandioso com ela. E também não gostei muito da escolha da Naomi Watts para interpretar a mãe do Quatro, ela aparentava ser mais nova do que realmente é e poderia muito bem se passar por uma irmã mais velha dele.

E finalmente, o Uriah apareceu no filme! Havia sentindo a falta dele em Divergente e foi muito bom ver o personagem aparecendo em Insurgente. E falando em personagens, me senti decepcionada pelo modo que a Marlene ganhou uma menor importância do que ela tem nos livros. Ela aparece em uma cena e os telespectadores apenas descobrem que se trata da Marlene, pois um dos membros da Audácia fala o nome dela. Se não fosse por isso, ela seria apenas uma garota loira qualquer que apareceu durante alguns poucos segundos.

No geral eu amei o filme. A história se mantel fiel ao do livro (essa é a coisa que o leitor mais ama quando vai assistir a adaptação de algum livro que virou filme), as atuações dos atores estavam muito boas e os efeitos especiais perfeitos. Mal posso esperar para as filmagens de Convergente começarem, e espero que eles continuem se mantendo fiel ao livro e fazendo um ótimo trabalho. Se você ainda não assistiu "Insurgente" vá ao cinema mais perto de você, e se você já viu esse filme não existe nenhum problema em ver novamente, é isso que eu vou fazer.

Ficha Técnica

  • Título: Insurgente.
  • Gênero: Ficção científica, Ação.
  • Direção: Robert Schwentke.
  • Elenco: Shailene Woodley, Theo James, Octavia Spencer, Miles Teller, Ansel Elgort, Kate Winslet, Jai Courtney, Naomi Watts, Maggie Q, Zoë Kravitz, Mekhi Phifer, Jonny Weston, Daniel Dae Kim, Ray Stevenson  .
  • Duração: 1h59min.


4 Comentários

  1. Também assisti ontem e achei muito incrível o filme e os efeitos. Qualquer dia compro os livros. (Só da um desanimo por já terem me contado o final de Convergente, mas tudo bem.)
    Ótimo post. Seguindo.

    http://fstefen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei os livros sabendo qual era o final, digamos que eu adoro spoilers e pedi para a minha amiga me contar toda história, incluindo o final de Convergente.

      Bjs e sucesso com blog!

      Excluir
  2. Estou loucaa para ver, eu amo <3
    http://blogevelynbard.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar! Apesar de não ser 100% fiel por livro eu gostei da adaptação, simplesmente incrível.

      Bjs e sucesso com o blog!

      Excluir