No final de semana anterior eu descobri uma série original do Netflix chamada "Unbreakable Kimmy Schmidt", e depois de acabar de assistir toda a primeira temporada em dois dias eu estou aqui para contar um pouquinho dessa série totalmente viciante, além de ser muito engraçada.

"Dos produtores executivos de 30 Rock, Tina Fey e Robert Carlock, vem uma nova série cômica. Ellie Kemper (The Office e Missão: Madrinha de casamento) é Kimmy Schmidt, recém-resgatada de um culto ao armagedom. Ela recomeça a vida como babá de uma socialite de Nova York, onde chega munida de uma mochila, tênis de luzinhas e alguns livros da biblioteca e disposta a encarar um mundo que ela acreditava ter virado pó."
Kimmy Schmidt é uma mulher de quase trinta anos que vive junto de outras três mulheres: Donna Maria NuñezCyndee Pokorny Gretchen Chalker em um bunker, construindo pelo reverendo Wayne falando que eles estariam se salvando do apocalipse. Ela ficou vivendo por 15 anos vivendo lá, até que em um dia os agentes da S.W.A.T conseguem achar a localização do bunker e acabam libertando as mulheres (que receberam o apelido de Mulheres Toupeiras) e prendem o reverendo insano. Esse acontecimento toma conta de todos os noticiários

Quinze anos é uma grande quantidade de anos, principalmente, se levar em conta toda as mudanças e evoluções que aconteceram no mundo. E em uma decisão maluca Kimmy decidi seguir com sua vida em New York, ao invés de voltar para sua cidade natal que fica no interior Indiana junto das outras mulheres e amigas com quem ela vivia junto. E por mais que isso possa parecer uma ideia bastante perigosa Kimmy não deixa se intimidar por isso, e se joga nessa aventura. Para ela tudo é uma grande novidade, é como se estivesse descobrindo um mundo inteiramente novo. E para esse recomeço em New York ela fala para todos que se chama Kimmy Smith, ela arranja uma nova identidade para si mesma como forma de que as pessoas não a reconheçam como uma das Mulheres Touperas, pois os anos em que ela passou vivendo no bunker não foram lá um dos melhores e ela quer se esquecer dessa fase sombria de sua vida.
Logo em seu primeiro dia na Big Apple ela consegue arrumar um emprego na luxuosa casa da socialite Jacqueline Voorhees, além de conseguir alugar um quarto em um apartamento cujo a dona é Lillian, uma senhora que apesar de possuir uma aparência um tanto quanto estranha, na verdade, possui um grande coração e está disposta a ajudar sempre que preciso. Quem não gosta muito disso é Titus Andromedon, ele não se encontra muito disposto a dividir o seu cantinho com Kimmy, mas acaba mudando de ideia assim que ela possui dinheiro para pagar o aluguel e não demora muito para eles se tornarem grandes amigos. Kimmy passa a apoiar Titus para que ele não desista o seu sonho de virar um cantor da Broadway, e passa a ajudar o amigo de todas as formas possíveis. E Titus é o primeiro a descobrir sobre o passado de Kimmy, e na medida do possível ele tenta ajudar a amiga para que ela supere todo o trauma de ter ficado presa em um bunker durante 15 anos, além de ajudá-la a se adaptar com o mundo moderno e outros dilemas que vão aparecendo com o passar do tempo.
A primeira temporada tem apenas 13 episódios e cada um tem entre 20 minutos de duração, então rapidamente você consegue assistir a primeira temporada completa. Pessoalmente, eu fiquei completamente viciada em "Unbreakable Kimmy Schmidt" e passei boa parte do meu final de semana assistindo à série. A temática que ela aborda é bem interessante e é impossível não rir com as trapalhadas em que os personagens acabam se metendo: falar "eu te amo" para o cara apenas tendo o beijado apenas duas vezes, tentar contar para a melhor amiga que ela está prestes a se casar com um gay, dançar com o amigo em uma fonte no Central Park, conversar com um garoto do Vietnã e que muitas vezes acaba falando coisas sem sentido... Aventuras, problemas e muita comédia são coisas que não faltam nessa série.

E é legal ver que depois de tudo que Kimmy passou ela ainda continua sendo uma pessoa extremamente positiva, um pouco ingênua e extremante forte, enfrentando adolescentes mal educadas, colocando um riquinho filhinho de papai no lugar dele ou enfrentando seu passado ao rever o reverendo Wayne.


Ficha Técnica:

  • Estrelando:Ellie Kemper, Jane Krakowski, Tituss Burgess. 
  • Criadores:Tina Fey, Robert Carlock. 
  • Gêneros: Séries e TV, Comédias para TV, TV dos EUA.


6 Comentários

  1. Oi Bruna! :)
    Eu não conhecia a série e nossa, parece ser ótima!
    Eu estou sem tempo pra ver séries e nem poderia sonhar em começar a assistir outra, mas, essa só com 13 episódios da1ª temporada e eps de 20 minutos dá pra encaixar na minha rotina super corrida!

    Obrigada pela dica! Já anotei o nome e vou começar a assistir em breve! ;)

    Beijos! :* Sucesso e até!

    http://dreams-books-love.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste dessa série, pessoalmente eu amei e mal posso esperar pela chegada da segunda temporada.

      Bjs e sucesso com o blog!

      Excluir
  2. Ah como eu amo essa série, estou louca pela segunda temporada, vi tudo em uma semana, impossível não viciar. xoxo

    http://mundodefany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero uma segunda temporada logo! UKS é tão bom que precisa de mais temporadas e mais episódios hahaha é extremamente viciante.

      Bjs e sucesso com o blog!

      Excluir
  3. Oláa. Parece ser uma série divertida e do tipo que eu gostaria de acompanhar (o post teve toda a minha atenção quando vi o nome de Tina Fey ali), mas já tenho tantas série - e estou começando hoje "Outlander". Preciso de mais horas no dia viu, porque com 24h não estou dando conta do recado. D:

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é complicado acompanhar mais de uma série e estar com todas em dia, mas quando você conseguir um tempinho livre tente ver UKS, é muito bom e engraçado.

      Bjs e sucesso com o blog!

      Excluir