Antes de começar o texto de fato, apenas gostaria de deixar claro que a minha motivação para escrevê-lo foi o documentário "Blackfish", que está disponível no Netflix. Esse filme não apenas me marcou profundamente ao ponto de mudar a minha opinião a respeito do SeaWorld, também fez com que eu tivesse vontade de alertar para mais pessoas sobre a verdade por trás desse parque e muitos outros semelhante que mantém os animais em cativeiros que não chega ser 10% igual as condições de seu habitat natural, em situações que os expõe ao stress e que diminuem a sua expectativa de vida (isso mesmo, você leu certo! Normalmente as baleias tendem a viver mais na natureza do que em parques como o SeaWorld) e tudo isso devido interesses capitalistas. E com esse texto eu espero conseguir cumprir o meu objetivo de conscientizar algumas pessoas a respeito desse assunto.

Imagem do We Heart It. Texto baseado na história de vida e dedicado ao Tilikum.
Antes mesmo de nascer o seu destino já estava traçado. Antes mesmo de você nascer algumas pessoas já tinham o interesse em por as mãos em você, e do seu habitat natural o afastar; o tirar de perto das nadadeiras de sua mãe e a proteção de sua família. Antes mesmo de você nascer a caça   já existia, mas apenas acabou se intensificando por motivos exclusivamente capitalistas. Antes de você nascer existia a liberdade para os outros de sua espécie, todos podiam nadar livremente de um lado para o outro nas águas dos oceanos gozando de um privilégio que já não existe mais, agora os que restam precisam fugir por milhares e milhares de quilômetros apenas para terem uma chance de sobrevivência.

Você era apenas um filhote quando o sequestraram de uma maneira brutal sem demonstrar nenhum tipo de arrependimento aparentemente, enquanto os seus semelhantes permaneceram por perto apenas observando a situação com um olhar desolado, o coração partido e emitindo sons que nem mesmo os mais modernos aparelhos tecnológicos são capazes de distinguir, pois não existe nenhuma tradução para o sentimento de saudade. O dia em que você partiu ficou conhecido como uma data obscura, e que mudou completamente a sua vida. Esse é o seu destino, a sua sina. Aceite isso. "É para o seu bem", "você vai levar uma vida bem melhor do que costumava a ter", é o que te dizem para tentar te convencer da verdade, mas tudo não passa de um bando de mentiras.

Te introduzem em um lugar estranho e mesmo tendo outros membros de sua espécie as coisas não são as mesmas de onde você veio, nesse seu novo lar você apanha, passa fone e no final do dia é trancafiado em um lugar minúsculo, como se fosse uma banheira em comparação ao vasto oceano que você tinha para explorar. Essa vida que você leva não é digna, mas são poucos que conseguem enxergar essa verdade camuflada através de truques que deixam boquiabertos a todos que assistem aos shows. Eles não estão criando um animal obediente e inteligente, mas, na verdade, aos poucos estão criando uma bomba relógio que pode explodir a qualquer momento.

Tic tac... tic tac...Faz a bomba relógio que ameaça explodir dentro de você. Uma vida inocente será perdida e você será apontado por todos como o grande culpado, sendo que, na verdade, é apenas a maior das vítimas nessa tragédia envolvida. Foi você que teve sua liberdade arrancada, sofreu encarcerado, apanhou e passou fome. Os verdadeiros culpados disso são as pessoas que o capturaram e o colocaram para trabalhar como um escravo.

Novamente você vai mudar de lugar, mas nada que equivale a vastidão de seu primeiro lar: os mares e oceanos. Você não vai passar mais fome e vai fazer alguns amigos, contudo ainda assim vai continuar a apanhar e não vai ter lugar para onde se refugiar. Dessa vez vão abusar de você e vão quebrar as leis para garantir a reprodução, e os seus filhos também vão sofrer como você sofreu. É o seu destino, a sua sina. Aceite isso.

Tic tac... tic tac... Faz a bomba relógio que explodiu por uma segunda vez dentro de você. Novamente você está fazendo jus ao apelido "baleia assassina, e assim como da primeira vez, essa morte não foi sua culpa; não foi a sua intensão. Novamente eles te pressionaram até o fim, e o que começou como uma brincadeira em algum momento passou a ter um caráter agressivo.

Agora você não trabalha mais, seus movimentos são poucos já que você está passando os seus dias em confinamento apenas realizando as funções básicas para a sua sobrevivência, ou nem mesmo isso. A vida que você leva agora é depressiva, a tristeza contagiosa.

Aceite isso.
Aceite iss...
Aceite is...
Aceit...
Ace...
Não aceite porra nenhuma disso! Talvez você já tenha cansado de lutar por uma vida melhor e digna, mas várias pessoas de fora ainda não desistiram dessa batalha. Até o momento 84% dos lucros do SeaWorld já diminuíram, e tendência é diminuir cada vez mais e mais. Deus escreve certo por linhas tortas, então não perca a esperança, pois eu acredito que você vai ter uma vida melhor. Acredito que um dia você vai ser livre. Acredito que você vai voltar a ser feliz novamente.


4 Comentários

  1. Olá!
    Adorei o post!
    Tenho um blog també, retribui a visita!
    http://priscilila.blogspot.com.br/

    Curte a page do meu blog
    https://www.facebook.com/priscililasilva

    Participa do meu grupo de divulgação de blogueiros.
    https://www.facebook.com/groups/1643391882544218/

    ResponderExcluir
  2. Já vi vários documentários sobre o assunto. É realmente muito triste :(
    www.schoolcouture.blogspot.com

    ResponderExcluir