Título: A Herdeira
Autor(a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 392
Classificação: 3/5

Bastou que eu lesse "A Seleção" para me tornar uma grande fã da Kiera Cass e de seus livros, portanto fiquei extremamente feliz quando foi anunciado que seria lançado o livro "A Herdeira", uma continuidade da série "A Seleção", mostrando os acontecimentos 20 anos após a Seleção que envolveu Maxon Schreave e America Singer. E na mesma semana que o livro "A Herdeira" chegou às livrarias de Belo Horizonte, eu fiz questão de comprar o meu exemplar o mais rápido possível de tão ansiosa que eu estava para ler.
"A Herdeira - No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia."
Após vinte anos se passados desde a Seleção do príncipe — agora rei — Maxon, onde ele conheceu America Singer e se casando com a mesma posteriormente, e muitas mudanças aconteceram em Illéa, como por exemplo, a dissolução das castas, além do fato de uma mulher poder governar sem precisar ter necessariamente um homem ao seu lado. Tudo isso parece ser uma boa perspectiva do futuro que Eadlyn Schreave — a filha mais velha,  irmã gêmea de Ahren e dos mais novos Kaden e Osten — tem pela frente, ela está se preparando para se tornar rainha de Illéa e as palavras "casamento" e "marido" não constam em seu dicionário. Contudo, a situação do país está longe de ser a mais favorável do momento. Da mesma maneira em que acontecerem rebeliões há vinte anos, o mesmo está acontecendo novamente, e em uma escala maior e mais grave dessa vez. Ao contrário do que imaginavam a abolição das castas não funcionou da maneira que Maxon desejava, algumas pessoas ainda mantinham os mesmos conceitos e preconceitos sociais, o que acabou gerando um elevado número de rebeliões ao longo das províncias.

A tenção é tanta que nem mesmo os esforços de Maxon e de Eadlyn para melhorar a situação, a convivência entre as pessoas parece ser o suficiente. Tamanha a insatisfação por parte do povo que Maxon juntamente de America decidiram organizar uma Seleção para Eadlyn, na tentativa de entreter a população os dando tempo para tentar resolver de maneira eficaz as rebeliões que vêm acontecendo. Entretanto, a futura rainha de longe acha essa ideia como algo atraente. Ela se considera como uma mulher forte e independente; duvida se algum dia vai acabar se apaixonando por alguém e se um dia isso vier acontecer, definitivamente, não será na Seleção.
“Tenho dezoito anos. Meus genes estão programados para brigar com meus pais.”
Mas como Eadly herdou a teimosia de sua mãe e a sabedoria de seu pai, a jovem acaba chegando a um acordo com seus pais: ela iria participar durante a Seleção por três meses, e se nesse meio tempo ela não encontrasse ninguém ela desistiria e permaneceria solteira.
“— Isso quer dizer que tenho opção?
Papai respirou fundo, pensativo, antes de falar:
— Bem meu amor, na verdade você terá trinta e cinco opções.” 
É dessa maneira que se inicia a Seleção, 35 garotos cuja maioria deles pretendem conquistar a mão da futura herdeira, porém não são todos que têm a sorte grande logo no início Eadlyn descarta 11 pretendentes causando um certo choque no público. Mas, por outro lado existe uma pequena parcela de garotos que acabam por chamar a atenção da princesa, e entre eles está Kile Woodwork — Marlee e Carter Woodwork, irmão da Josie. Por morar no Palácio desde criança conviveu com Ead, mas apesar da convivência diária nunca se deram muito bem, passando apenas a ter uma boa relação após a Seleção, quando a princesa descobriu que Kile era muito mais do que um simples nerd e irritante — Hale, Henri e Erik.
“Não sei se alguém sabe o que procura até encontrar.”
Admito que no início da leitura eu demorei um pouco para me acostumar com a ideia de que a America não era a narradora do livro, assim como era nos livros anteriores, e senti falta dela e do Maxon e do Aspen, apresar deles terem tido participações em "A Herdeira" não se compara com o papel que eles tinham nos outros livros. E também senti que o Kaden e o Osten poderiam ter tido uma participação um pouco maior nesse livro.

Algo que me desagradou e muito foi a personalidade da Eadlyn, em uma tentativa de fazer uma jovem mulher forte e independente a Kiera criou a imagem de uma pessoa grossa, arrogante às vezes e mimada. Somente no final do livro que eu acabei gostando um pouco mais da protagonista.  E, apesar dos pontos negativos eu não posso esperar para ler a próxima sequência, uma vez que "A Herdeira" terminou com um final bem diferente do que eu esperava deixando um gostinho de "quero mais".



8 Comentários

  1. Acho que foi geral pra todo mundo: ninguém gostou da Eadlyn hahaha. Acho que a Kiera exagerou na construção de uma personagem princesa mimada e várias vezes dá vontade de entrar nos livros e dar uns tapas na cara dela. Estou na metade da leitura e apesar do meu "santo não ter batido" com o da Eadlyn, estou amando o conteúdo da história em si. Apesar do Maxon e da America estarem aparecendo bem menos do que eu gostaria, está dando pra matar um pouco da saudades deles. Mal posso esperar pra chegar até o final, está todo mundo comentando que é bombástico !

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já estava achando que eu era a única que não tinha gostado da personalidade de Eadlyn, mas depois de ler o seu comentário e outras resenhas eu to chegando na conclusão de que boa parte do fandom não gostou muito da personagem. Baseando na minha experiência eu só comecei a me simpatizar um pouco mais com a Ead no finalzinho do livro, e da maneira como as coisas terminaram (você vai se surpreender com esse final, a Kiera conseguiu surpreender todo mundo) eu imagino que ela vai acabar ficando mais legal no próximo.
      Bjs!

      Excluir
  2. Olá, Bruna.

    Já temos resenha de A Herdeira. :O #Chocada
    Comprei meu livro, mas ainda não sei quando farei a leitura. Fiquei um pouco desanimada com a nota que tu deu, mas irei ler e por fim tirar minhas conclusões.

    Tu é de BH? Vai no dia 24/05 na Marina? *-* Me responde lá no Blog. o//

    Beijos.
    Visite: Paradise Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa nota em parte foi pelo fato de eu não ter gostado da protagonista, e também por que eu achei que a Kiera poderia ter dado mais destaque para alguns personagens, como os dois irmãos mais novos ou alguns selecionados que mal apareceram na história.
      Mas, eu estou com esperanças de que o próximo livro vai ser melhor do que esse!
      De qualquer maneira essa é apenas a minha opinião, algo que está longe de ser a verdade absoluta.
      Eu sou sim de BH e eu não vou poder ir lá na Marina, nesse dia vou ter um compromisso de família.
      Bjs!

      Excluir
  3. Bem rápida você né? ahhaha o livro foi lançado há pouco tempo, se não me engano.
    De qualquer forma, gostei da sua resenha, e apesar da nota que você deu, ainda estou bastante curiosa para fazer a leitura ♥♥ Beijos

    www.pumpcolor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi pura sorte mesmo hahaha em um instante não tinha o livro e quando eu fui pegar o que eu tinha comprado as garotas da loja me avisaram que "A Herdeira" tinha acabado de chagar, foi em questão de poucos minutos.
      Essa nota em parte foi pelo fato de eu não ter gostado da protagonista, e também por que eu achei que a Kiera poderia ter dado mais destaque para alguns personagens, como os dois irmãos mais novos ou alguns selecionados que mal apareceram na história.
      Mas, eu estou com esperanças de que o próximo livro vai ser melhor do que esse!
      Bjs!

      Excluir
  4. Já li A herdeira! Logo logo vou fazer resenha lá no blog. Adorei a sua! Inclusive também amei o seu blog! <3

    http://www.blogproscenio.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois que você escrever a sua resenha eu vou querer o link do post, estou interessada em descobrir a opinião das outras pessoas a respeito do livro, principalmente se tratando da Eadlyn, está bem dividida a opinião que as pessoas tem sobre ela.
      E fico muito feliz que você tenha gostado da resenha e do meu blog <3 Eu também adorei o seu!

      Excluir