Resenha: Wicked

Título: Wicked
Autor (a): Gregory Maguire
Editora: LeYa
Número de páginas: 496
Classificação: 3/5

Quem me conhece ou me acompanha aqui no blog já deve saber que eu sou fã de musicais. Sempre estou pesquisando sobre novos musicais, sobre suas músicas e sobre a história que serviu de inspiração para a obra. Foi assim que eu fiquei sabendo sobre o livro "Wicked", do Gregory Maguire. Como eu sou apaixonada pelo musical Wicked, pelas músicas e pela história, achei que seria interessante conhecer um pouco mais sobre a vida da Bruxa Má do Oeste.

"Imagine acompanhar a clássica e prestigiada história de O Mágico de Oz, de L. Frank Baum, pela perspectiva de Elfaba, a Bruxa Má do Oeste! Em Wicked, Gregory Maguire nos proporciona essa chance de conhecer o outro lado da moeda, e mergulhamos novamente no fantástico mundo da Terra de Oz. 
Neste livro, descobrimos todos os detalhes da vida da garota de pele verde que cresceu cercada de desafios e preconceitos, até se tornar uma bruxa infame uma esperta, irritadiça e incompreendida criatura que põe à prova todas as noções sobre a natureza do bem e do mal. A improvável amizade da Bruxa Má do Oeste e Glinda, a Bruxa Boa do Norte, donas de personalidades tão opostas que se tornam melhores amigas; a rivalidade das duas ao se interessarem pelo mesmo homem; e a reação ao governo corrupto do Mágico de Oz também estão no foco de Wicked. 
A obra de Gregory Maguire arrebatou milhões de pessoas em todo o mundo e baseou um musical na Broadway, que, desde sua estreia, em 2003, já quebrou diversos recordes e conquistou muitos prêmios, incluindo o Tony Awards, considerado o Oscar do teatro. Em 2016, o musical estreou em São Paulo."

Todo mundo que já viu ou leu O Mágico de Oz, de L. Frank Baums, deve ter se deparado com a figura da Bruxa Má do Oeste, uma mulher maléfica que sempre fez de tudo pra conseguir os sapatinhos de rubi de Dorothy. Mas em algum momento já consideraram o que aconteceu para a Bruxa Má do Oeste ser tão malvada? Ou o motivo dela nutrir uma raiva tão grande por Dorothy? Em "Wicked", vamos ter acesso a todas essas respostas e sobre outros fatos importantes a respeito da vida de Elfaba, a Bruxa Má do Oeste.

O livro é dividido em 5 partes: Munchkins, Gillikins, Cidade das Esmeraldas, Nos Vinkus e O assassinato e a vida após a morte. Em cada uma dessas partes o leitor tem a oportunidade de descobrir um pouco mais a respeito de Elfaba, sobre sua infância, família e relações familiares; da época em que ela frequentou a faculdade e o início de sua amizade com Galinda, popularmente conhecida como Glinda; de suas atividades como ativista a favor dos direitos dos Animais (diferente dos animais, os Animais são conhecidos por terem um comportamento mais "humanizado") até a consagração de sua imagem como a Bruxa Má do Oeste.

"Lembre-se disto: nada está escrito nas estrelas. Nem nestas estrelas nem em outras. Ninguém controla o seu destino."
"Wicked" desconstrói todo o mundo mágico e ilusório criado por L. Frank Baums. Por mais que a história se passe no mesmo universo, no mundo de Oz, o livro de Gregory Maguire apresenta um mundo marcado por um governo corrupto, pelo fanatismo religioso e com membros que atacam algumas minorias (como é o caso dos Animais); a magia acaba fica em segundo plano. Os temas apresentados durante a leitura causam uma profunda reflexão e são extremamente atuais, podendo ser observados na nossa sociedade. Dessa forma, durante a leitura, eu precisava fazer pausas para refletir sobres esses assuntos tão importantes.

Além disso, é interessante ver como a vivência, as experiências e as ações de Elfaba foram moldando a imagem dela. L. Framk Baums apenas apresenta a personagem como uma  mulher maléfica e não aprofunda em sua personalidade, enquanto Maguire construiu todo um contexto para a vida dela. Elfaba é o exemplo de que ninguém é 100% bom ou ruim, ela não é totalmente má ou boa; ela é uma personagem bastante complexa e não pode ser definida apenas como "má" ou "boa", ela é um misto das duas coisas.

"As pessoas nunca descobrem como a bruxa se tornou malvada ou se esta foi a escolha certa pra ela. Será que essa é a escolha certa em algum momento? Será que o diabo já se esforçou pra ser bom de novo ou, se fizer isso, não é um demônio? No mínimo, é uma questão de definições."

Algo que me chamou atenção nas resenhas que eu li sobre "Wicked", foram as comparações do livro com o musical da Broadway. Sei que é um instinto natural do ser humano fazer comparações, ainda mais se tratando de livros e de suas adaptações. Porém, é precioso levar em conta os discursos narrativos que cada plataforma oferece. Os recursos para escrever um livro e para fazer um musical são bem diferentes, de forma que eu não vejo sentindo em ficar fazendo comparações.  Tanto o livro de "Wicked" quanto o musical são maravilhosos e emocionantes; ambos devem ser exaltados.

De uma forma geral, a leitura de "Wicked" me surpreendeu bastante; nunca que eu poderia imaginar que a leitura de um livro de fantasia iria me fazer refletir sobre assuntos tão importantes. Então, recomendo a obra de Gregory para todos que tem vontade de conhecer um pouco mais sobre a vida de Elfaba, a Bruxa Má do Oeste.

Leia Mulheres (YouTube)

Aqui no Escritora Whovian, eu sempre faço questão de comemorar datas importantes, eu sempre faço um post relacionando o assunto do blog (literatura, séries e cinema) com esses dias comemorativos. Eu já escrevi sobre o Dia Internacional da Mulher, Dia das Mães, Natal, Ano Novo, etc. Dessa forma, eu não poderia deixar de fazer uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

E como forma de homenagear essa data muito importante, eu resolvi fazer uma lista de livros escritos por mulheres. Sei que no vídeo eu abordei uma minoria, afinal de contas seria impossível falar sobre todas as autoras que eu conheço. Então, eu reuni leituras recentes e que me inspiraram bastante e que me fizeram refletir.

Além disso, gostaria de deixar o meu obrigada para todas as mulheres ao meu redor que me inspiram diariamente. Muito obrigada para todas as autoras incríveis que existem ao redor do mundo. Muito obrigada: Tori TelferJulia QuinnElizabeth HoytLisa KleypasCaroline KepnesCamila FremderAgatha Christie, J.K. RowlingStephenie MeyerSuzanne Collins, E.L. JamesL.J. Smith, Anne Frank, Lauren KateKristin Cast, P.C. Cast, Cassandra ClareChristina Lauren, Meg CabotLibba BrayNacy Jo SalesJamie McGuire, Keri SmithKaren EssexR.J. PalacioKiera Cass, Veronica RothSthepanie PerkinsKami Garcia, Margaret Stohi, Karyn Bosnak, C.C. HunterBecca FitzpatrickOdette Beane, Carina Rissi, Rachel GibsonJ.A. Redmerski, Maya BanksSarah Blakley-CartwrightAlyson NoëlShannon Hale, Lu PirasRainbow Rowell, Bella AndreLiane MoriartyA.C. Meyer, Cecelia Ahern, Amanda GraceGayle FormanJean Sasson, Nora Roberts, Isabela Freitas, Jennifer E. Smith, Cecily von Ziegesar, Jane Austen, Jout Jout, Jojo MoyesCaitlin DoughtyRosalie HamJ. R. Ward, Jenny LawsonJoyce PascowitchClarice Freire, Laura Lee GuhrkeAna Rapha NunesSara PennypackerSophie KinsellaSerena ValentinoMary E. PearsonClarissa Corrêa, Liliane Prata, Bianca Briones, Leila Rego, Jennifer Brown, Rupi KaurCynthia Hand, Ashley PostonDiana GabaldonJenna Evans WelchCara Delevingne, Rowan ColemanKéfera BuchmannElizabeth RudnickSarah J. MaasCeridwen Dovey, Maria Ribeiro, Margaret AtwoodMarjane SatrapiKaren M. McManusBecky AlbertalliBeth ReeklesTess Gerritsen, Jenny Han, Jessi Kirby, Beth Evans, Emma Chastain, Annie Darling, Noelle Stevenson, Madeleine L’EngleClare Vanderpool.     

Resenha: Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Título: Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Autor(a): J.K Rowling
Editora: Rocco
Número de páginas: 400
Classificação: 3/5

Sou potterhead de carteirinha, dessa forma eu gosto de consumir todos os produtos relacionados a saga de livros da J.K Rowling. São objetos colecionáveis, roupas, livros que expandem o universo de Harry Potter, etc. Acho que nunca irei me cansar dessa história, desses personagens e do mundo complexo (e profundo) criado pela autora. Então, não consegui resistir à leitura do roteiro original do filme "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald".

"No final de Animais Fantásticos e Onde Habitam, o poderoso bruxo das trevas Gerardo Grindelwald foi capturado em Nova York com a ajuda de Newt Scamander. Mas Grindelwald, cumprindo sua ameaça, foge da prisão e passa a reunir seguidores, cuja maioria não suspeita de suas verdadeiras intenções: criar bruxos puro-sangue para governar todos os seres não mágicos.
Tentando frustrar os planos de Grindelwald, Alvo Dumbledore arregimenta Newt, ex-aluno de Hogwarts, que concorda em ajudar mais uma vez, sem saber dos perigos que tem pela frente. Linhas são traçadas e o amor e a lealdade são testados, até entre os amigos e familiares mais fiéis e confiáveis, em um mundo bruxo cada vez mais dividido.
Este segundo roteiro original de J.K. Rowling, ilustrado com a arte impressionante de MinaLima, complementa os acontecimentos anteriores que ajudaram a dar forma ao mundo bruxo, com alguns pontos de ligação surpreendentes com as histórias de Harry Potter que deliciarão os fãs dos livros e dos filmes".

O livro "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" apresenta o roteiro do filme original dirigido por David Yates (diretor responsável por dirigir outros filmes da saga como, por exemplo Harry Potter e a Ordem da Fênix e Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 e 2). E por se tratar de um roteiro de filme, a leitura foi mais rápida e fluída; em menos de um dia eu consegui terminar o livro. Além disso, foi possível ver algumas cenas que foram excluídas depois da edição final (não foi nada que mudaria os acontecimentos do filme).
A obra contém diversas técnicas do audiovisual, principalmente as que envolve a produção de um filme. Como tenho contato com algumas delas através da minha faculdade, não tive muitos problemas em entender as expressões e termos fixos. Mas, para quem não tem muito conhecimento sobre o assunto, a editora Rocco colocou um glossário explicando o significado de cada um desses termos (ele pode ser encontrado no final do livro).

E eu não poderia deixar de falar sobre a beleza do livro e o cuidado que a Rocco teve com a diagramação/design do livro. É simplesmente belo! A capa tem desenhos de alto revelo, com detalhes dourados, e dentro do livro, as páginas têm ilustrações que fazem referência com alguma parte da história. Por se tratar de um enredo conhecido, o livro não tem muitas novidades (para quem assistiu Animais Fantásticos: Os Crimes de Gindelwald, o livro não apresenta nenhuma surpresa ou diferença gritante em relação ao filme). Mas, para quem é fã da saga, do mundo bruxo criado por J.K Rowling, a leitura desse livro é imperdível!